Dois na Estrada – São Paulo — Atacama

Share Button

Já fazia um tempo que vínhamos matutando a ideia sobre qual seria nossa próxima aventura. Para onde e como iríamos.

Durante um tempo cogitamos a Asia como destino, mas o tempo necessário para a viagem (nossas vontades não cabiam em menos que 35 dias) nos fez replanejar. Queríamos algo que coubesse em aproximadamente 20 dias de viagem, que não fosse absurdamente caro, e que tivesse o potencial de mudar nossas vidas.

Já vínhamos conversando sobre a ideia de fazer uma viagem legal de moto, pensamos em alguns destinos no Brasil e a grande maioria dos que vinham à mente nós já conhecíamos, outros não nos animava tanto ir de moto. Foi quando tivemos a ideia de ir para o Deserto do Atacama no Chile que percebemos que havíamos encontrado nosso próximo destino.

Durante alguns dias discutimos e estudamos algumas ideias de roteiro. Procurávamos algo que não fosse muito cansativo, e que houvessem cidades relativamente “grandes” para nos acolher com algum conforto. Os trechos diários percorridos não deveriam ser muito longos também. A ideia era sair cedo, e chegar no máximo no meio da tarde, assim poderíamos descansar, documentar e conhecer um pouco a cidade.

GOPR6050.00_01_39_36.Still002_wp A maioria dos motociclistas que vão ao Atacama o fazem em motos estilo Big Trail, e em uma viagem que leva no máximo 15 dias, 5 de ida, 5 passeando pelo Deserto e outros 5 voltando por um caminho muito parecido com o da ida.

É preciso muito mais amor para dividir o banco de uma moto do que uma cama

Nossa ideia era fazer algo mais longo, e passando por lugares que ainda não conhecemos, mas queremos muito conhecer. E ainda aproveitar e comemorar o aniversário da Nádia, e nossos 6 anos de casado, completados agora em Março.

Decidimos que sairemos de SP na manhã de domingo, dia 8/Maio/2016 rumo a Curitiba, de lá vamos para Ijuí-RS, e depois Uruguaiana-RS, na fronteira com a Argentina, Passaremos por San Francisco, e depois Mendoza por onde atravessaremos a fronteira com o Chile, subindo e descendo toda a Cordilheira dos Andes, a aproximadamente 4.700 m de altitude, e com uma vista privilegiada do Aconcagua, rumo a Santiago do Chile. Em Santiago, pararemos um dia para descansar e soprar velinhas pelo aniversário da Nádia, de lá vamos para Vallenar, Antofagasta e ai finalmente chegaremos no nosso destino, San Pedro de Atacama, onde descansaremos alguns dias, curtindo os passeios pelo deserto. De San Pedro, subimos e descemos novamente a Cordilheira cruzando a fronteira com a Argentina com destino a Purmamarca, depois Presidencia Roque Sans Peña, e então entramos no Brasil por Foz do Iguaçu, de onde vamos para Maringá, e então voltamos para casa.

Serão 19 dias de viagem, aproximadamente 9.000 km rodados, passando por 13 Cidades em 3 países. E vamos contar tudo aqui no Queroir.la.

Você poderá acompanhar a nossa aventura até o Deserto do Atacama por aqui no blog, pela página do Queroir.la no Facebook, pelo twitter, pelo Snapchat da Nádia (Na.domingues), no Instagram do Queroir.la e também nos nossos: Instagram do Rafael, Instagram da Nádia.

#doisnaestrada #vemcomagente

Rafael Apocalypse

Estudou turismo, formou-se como designer gráfico e virou programador. Co-founder do Glicemias Online, um aplicativo web que ajuda diabéticos a viverem melhor e mais saudável, escreve posts sobre os lugares que conheceu, e códigos que o levarão a conhecer mais lugares.

Twitter Flickr 

Share Button

Submit a Comment